... existe um sentir que é entre o sentir - nos interstícios da matéria primordial está a linha de mistério e fogo que é a respiração do mundo, e a respiração contínua do mundo é aquilo que ouvimos e chamamos de silêncio.

(Clarice Lispector)

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Living in a glass house

Ai, como você me dói ás vezes... É uma coisa muito aguda que me fere, não ser suficiente pra alguém. Colocar certos medos e expectativas acima do que poderia ser algo bonito de verdade. E por isso não ser capaz de me imiscuir na vida de uma pessoa, perdendo a possibilidade de transformar duas existências incompletas em uma experiência libertadora.


Radiohead - Life in a Glass House

video

Um comentário:

  1. Ninguém é suficiente para ninguém, "Ninguém = ninguém" (Ouça, baixe)
    Há tantas formas de ser insuficiente, mas a pior é, sem dúvida, pros outros, ¿mas fazer o que? o bom da vida é tentar!!!

    ResponderExcluir